PATRIMÓNIO NATURAL DA CALHETA EM LIVRO

Amanhã, pelas 18h00, no Hotel Jardim Atlântico, a Casa do Povo da Calheta apresenta, publicamente, o livro “Calheta Património Natural”, da autoria de Albano Figueiredo, professor assistente no Instituto de Estudos Geográficos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Trata-se de uma publicação em bilingue (português e inglês), que, segundo o presidente da Casa do Povo da Calheta, visa «contribuir e alicerçar o conhecimento do património natural do concelho» e a sua divulgação «junto daqueles que nos visitem», apresentando «um trabalho de caracterização credível e fiel do património do concelho» .
«A Calheta é possuidora de um património natural ímpar e singular, quer pela sua vegetação quer pelo seu património edificado ao longo dos séculos», refere Nuno Maciel, destacando a importância de «se preservar esta marca de singularidade, pois é ela que nos distingue e nos diferencia de outros destinos turísticos do mundo».
Esta obra, apoiada pelo programa comunitário Leader +, pretende também ser uma mais-valia para o tecido económico e empresarial local. O texto apresenta-se com «uma linguagem acessível, mas sem descurar o rigor científico da abordagem ao tema e às questões, numa simbiose harmoniosa entre o prazer da fruição da leitura e a tomada de conhecimentos dos aspectos abordados», acrescenta o autarca.
Albano Figueiredo também destaca a importância de se preservar aquele património, realçando a riqueza da flora, «com espécies únicas».
Com este trabalho, o académico conclui que «é possível fazer muito mais para a valorização do património natural da Calheta». Há pontos, refere o autor, que «estão muito bem dinamizados», destacando o Rabaçal e a marina da Calheta, mas «há outras áreas como a a costa (da Calheta) que «merece uma maior atenção tanto por parte das entidades municipais como regionais no sentido de recuperar o que é ainda possível». No seu entender, «a costa tem uma unidade de vegetação única e só através de intervenção humana é possível dar-lhe uma mais-valia».
Concluído este projecto, Albano Figueiredo continua na Região, onde dá continuidade aos trabalhos de investigação para a sua tese de doutoramento, que versa sobre o estudo das alterações climáticas na vegetação da Ilha da Madeira.
Entretanto, “Calheta Património Natural” será lançado amanhã, numa cerimónia que contará com a presença do secretário regional do Ambiente e Recursos Naturais, Manuel António Correia.
O custo total da obra e a sua aplicação rondou os 9.000 euros, tendo sido apoiada pelo programa Leader + em 75% do seu valor. O livro estará disponível na Casa do Povo e em todas as unidades hoteleiras do concelho da Calheta.
Fonte: JORNAL

PARTILHAR PUBLICAÇÃO

Share on facebook
Share on print
Share on email

Em Destaque

Fevereiro 16, 2020

Dia da Amizade

Hoje foi dia de irmos até ao Estreito da Calheta, comemorar o Dia da Amizade....
Janeiro 5, 2020

Atuação do Grupo de Formação Musical na Santa Casa da Misericórdia da Calheta

Hoje o nosso grupo da Escola de formação Musical cantou os reis aos utentes da...
Janeiro 4, 2020

Grupo Musical Comemora o Dia dos Reis

A tradição de cantar os Reis ao som do Grupo de Formação Musical da Casa...
Janeiro 2, 2020

CONCERTO DIA DOS REIS

A Casa do Povo da Calheta convida toda a população a estar presente num pequeno...