CASA DO POVO AJUDA AGRICULTORES NO MERCADO ONLINE

 

MERCADO AGRÍCOLA 

 A Casa do Povo da Calheta (CPC) vai apoiar de forma gratuita todos os agricultores do concelho da Calheta no registo e adesão ao mercado agrícola on-line, recentemente lançado pela Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais (SRARN).

Trata-se, sustenta o presidente da Casa do Povo, de “mais um serviço útil” que a instituição que dirige disponibiliza à população do seu concelho, “numa dupla perspectiva de ‘balcão verde’ local”. Segundo Nuno Maciel, “por um lado, pretende-se valorizar o mercado agrícola on-line como meio e ferramenta de criação de valor económico acrescentado aos agricultores locais e seus agregados familiares” e “por outro, apoiar aqueles que tenham mais dificuldades em aceder e utilizar as novas tecnologias de informação enquanto interfaces de proximidade entre o produtor agrícola e o consumidor final”.

A direcção da Casa do Povo acredita que “o mercado agrícola on-line é uma solução interessante e adequada a um novo cliente regional”, cliente este “que procura consumir a produção local” e, que assim, tem possibilidade de articular directamente com o agricultor, sem intermediários, valorizando o sector primário e contribuindo para a melhoria das condições económicas e financeiras dos agregados familiares calhetenses.

Deste modo, todos os agricultores interessados em ter os seus produtos à venda no mercado agrícola on-line e que tenham dificuldades na utilização das novas tecnologias poderão encontrar na sede da Casa do Povo um apoio personalizado e individual no registo e criação do acesso ao portal da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais. “A Casa do Povo prestará este apoio técnico sem qualquer contrapartida financeira e ajudará ainda o agricultor a carregar para o portal os produtos que pretende vender, podendo, eventualmente, fornecer o seu endereço electrónico de acesso, caso o agricultor tenha dificuldade em gerir os mail`s”, salientou.

Esclarece ainda que “quanto à venda propriamente dita, será acertada entre o agricultor e o cliente através do contacto telefónico”.

Nuno Maciel refere ainda que “caso a procura se justifique e seja em número alargado”, a direcção da Casa do Povo pondera mesmo criar um ‘workshop: mercado agrícola on line’ de curta duração, no sentido de “ministrar formação específica a grupos de agricultores que precisem deste tipo de apoio”, concretizou.

Fonte: Diário de Notícias

PARTILHAR PUBLICAÇÃO

Share on facebook
Share on print
Share on email

Em Destaque

Junho 18, 2022

PARTICIPAÇÃO DA NOSSA ESCOLA DE FORMAÇÃO MUSICAL NO ESCOLARTES 2022

Anterior Seguinte Participação da nossa Escola de Formação Musical no Escolartes 2022, evento promovido pela...
Maio 6, 2022

ACOLHIMENTO AO BISPO D. NUNO BRÁS

https://www.youtube.com/watch?v=bMKKAPc0SME Acolhimento do nosso grupo de Formação Musical ao Bispo D. Nuno Brás, no passado...
Maio 2, 2022

COMEMORAÇÕES DO DIA DA MÃE

Anterior Seguinte Para honrar todas as nossas queridas mães no seu dia, a Casa do...
Dezembro 29, 2021

GRUPO DE FORMAÇÃO MUSICAL ANIMOU MISSA DOS SANTOS INOCENTES

Anterior Seguinte Para assinalar a época natalícia, o Grupo de Formação Musical da Casa do...